Decoração da sala perfeita
Decorar a sala parece fácil, mas não é. É claro que o gosto pessoal deve ser levado em conta, mas pequenos erros criam ambientes com problemas de circulação, de iluminação ou muito poluídos visualmente. Para acertar na decoração desse espaço, confira as dicas da designer de interiores Caroline Coraiola.

Decorar a sala parece fácil, mas não é. É claro que o gosto pessoal deve ser levado em conta, mas pequenos erros criam ambientes com problemas de circulação, de iluminação ou muito poluídos visualmente. Para acertar na decoração desse espaço, confira as dicas da designer de interiores Caroline Coraiola.

 

Meça o ambiente

 

O primeiro passo para acertar na composição da sala é lembrar que o cômodo precisa ter espaço livre para locomoção confortável dentro dele. Segundo Caroline Coraiola, antes de adquirir os mobiliários é preciso medir o ambiente. “Entre a mesa de jantar e a parede é necessário cerca de 70 centímetros. Nos locais de circulação, 90 centímetros garantem conforto. Entre a mesa de centro e o sofá, 50 centímetros. Lembre-se que a boa circulação depende também do volume dos móveis, pois quando mais baixos ou vazados, promovem leveza”, esclarece.

 

Mistura de estilos

 

Sempre bem-vinda na sala, a mescla de estilos mais comum é a combinação do clássico com o moderno, resultando no contemporâneo. “É preciso bom senso para não sobrecarregar, mas a utilização de um lustre clássico compondo com móveis mais atuais, de linhas retas, fica perfeita, ainda mais se a peça tiver apelo afetivo”, exemplifica a designer.

 

Iluminação sem erro

 

Para acertar na iluminação da sala, é imprescindível setorizar os ambientes. “O espaço de estar, se for também uma sala de televisão, o que é muito comum hoje em dia, pede uma luz suave e indireta, de cor neutra ou amarela, nunca branca. Já a sala de jantar demanda uma iluminação mais focada na mesa. Um lustre ou pendente faz esse papel, além de embelezar o ambiente como um todo”, acrescenta Caroline.

 

Divisão das salas de estar e jantar

 

Segundo Caroline, existem diversas maneiras de setorizar os ambientes de jantar e estar. “Pode ser feita com o layout dos móveis, em detalhes no forro de gesso, com a iluminação, com o uso de tapetes, biombos e também em detalhes na parede, como um painel”, explica.

 

Combinação de cores

 

As cores estão diretamente ligadas a sensações e ao gosto pessoal, além de estimular os sentidos. A escolha depende do efeito que se pretende e do uso do ambiente.  “No caso de cores quentes ou primárias, prefira utilizar apenas em detalhes ou em paredes que não fiquem permanentemente na direção dos olhos. Cores escuras e fechadas, como cinza, marrom e tons de azul, resultam em sofisticação e elegância. Tons off white são bem-vindos na sala e permitem diversas combinações. Para escolher a tonalidade é fundamental pensar no tamanho do ambiente e na sua luminosidade natural. Cores fechadas em espaços pequenos dão a sensação de que ele é ainda menor”, esclarece a designer.

 

Personalize sua sala

 

O último passo na decoração é conferir personalidade ao cômodo. Aqui a escolha de cada peça, seja um quadro, vasos de plantas ou objetos decorativos, depende do gosto do morador, mas algumas dicas podem ajudar na escolha. “Papéis de parede, cortinas e tapetes deixam o lugar mais aconchegante e bonito. Plantas levam frescor e leveza. Objetos pessoais e livros exprimem os gostos pessoais”, ensina Caroline. Se não houver um exagero no número de peças e elementos, para não carregar o ambiente, não tem erro.

 

AUTOR/FONTE:http://www.obra24horas.com.br/materias/decoracao-de-interiores/decoracao-da-sala-perfeita

Institucional

Clique e assista.

Destaque na Mídia

Destaque na Mídia

Ver imagem grande

© 2009-2012. Todos os direitos reservados