Ano Novo, Vida Nova, será?
Todo ano é a mesma coisa. Final de ano chega cheio de promessas para o ano que vai começar, e ao final do ano a pessoa se frustra por não ter cumprido nada que prometeu e ficando com a sensação de que o ano passou em vão.

Todo ano é a mesma coisa. Final de ano chega cheio de promessas para o ano que vai começar, e ao final do ano a pessoa se frustra por não ter cumprido nada que prometeu e ficando com a sensação de que o ano passou em vão. Pensando nisso preparamos algumas dicas para você começar o ano com o pé direito.

 Muitos supersticiosos acreditam que entrar no ano novo usando cores como dourado e branco, atrairão dinheiro, saúde e paz. Nós preferimos acreditar que você pode alcançar tudo que sonhar, desde que esteja disposto a batalhar por isso. Não basta querer, é preciso se mexer.

 Vemos sempre muitos reclamando da vida, mas sem moverem um dedo para mudar aquela situação. Outros reclamam de que nunca ganharam na Mega-Sena, porém ao perguntar quantas vezes a pessoa jogou, ela diz que nenhuma. Aproveite esse finalzinho de ano pra por todas as suas metas para 2014 no papel.

 Faça uma Lista

 Coloque no papel todas as suas metas para 2014, em ordem das mais fáceis às mais difíceis. Lembre-se que o papel não é pra depois ser dobrado e esquecido numa gaveta. Você deve fixa-lo em algum lugar em que possa vê-lo pelo menos uma vez por dia, como um espelho ou a porta do seu guarda-roupa.

 Coloque primeiro o que é mais fácil de ser cumprido, como começar o ano com menos dívidas, doar roupas velhas, visitar pessoas que você ama... Depois passe para as mais difíceis como arrumar um novo emprego, ou perder alguns quilos ou fazer uma viagem.

 Lembre-se que não basta apenas listar suas metas, mas é preciso, também, definir planos e ações que vão ajudá-lo a cumprir. Por exemplo, quer diminuir as dívidas? Como vai fazer isso? Cortando gastos, né? Cancele cartões que não usa ou usa raramente. Evite entrar no cheque especial, ou nos “pagamentos mínimos” do cartão de crédito. Caso você não tenha o dinheiro suficiente para pagar, procure o gerente do seu banco, e negocie suas contas. Não é vergonha nenhuma fazer isso. Os juros das negociações são bem menores que os do cheque especial e cartão de crédito.

 Renovar o guarda-roupa exige primeiro que você se desfaça das roupas velhas. Tem pessoas que guardam um vestido ou uma camisa no armário por anos sem usar, mas não se desfazem desse item, podendo ajudar tantas outras pessoas.

 As metas mais comuns são perda de peso ou busca por um novo emprego. Mas você não vai emagrecer apenas por ter escrito isso numa lista, muito menos ser chamado para um novo emprego sem ter, sequer, entregue um currículo. Emagrecer requer força de vontade, dietas e exercícios físicos. Busque a ajuda de profissionais para lhe ajudar nessa meta. Um emprego novo depende do seu esforço. Quantos cursos você fez neste ano que está acabando? Quantos currículos você entregou? Se eu ligasse pro seu atual chefe hoje, ele me daria referências positivas a seu respeito? Pense nisso.

 Vejo muitas pessoas reclamando que nunca fazem nada, ou nunca vão a lugar algum, por pura falta de planejamento. Uma viagem hoje sai bem mais barata do que anos atrás. Mas não basta apenas ir numa agência de viagens e comprar um pacote divido em dez vezes. É preciso lembrar que você vai ter gastos nessas viagens, então comece agora uma poupança e deposite uma certa quantia por mês, que será o dinheiro que você “gastará” na sua viagem. Assim fica bem mais fácil, e você não entra em frias.

 No mais é preciso entender que quem se prende a muitas metas e listas acaba perdendo muitos momentos valiosos. Aproveite a sua vida, e se suas metas não forem cumpridas não significa que você seja um fracassado. Você só precisa se esforçar mais e rever as ações que você está desenvolvendo para alcançar seus objetivos.

 

FELIZ 2014.

 

Fonte: Psicólogo Bruno Rodrigues

Institucional

Clique e assista.

Destaque na Mídia

Destaque na Mídia

Ver imagem grande

© 2009-2012. Todos os direitos reservados